Pesquisar este blog

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014





Vampiros são arrogantes,sínicos e cruéis normalmente,muitos dizem que isso é de sua natureza.Porém são sentimentos tão desconhecidos ao ser humano?Não são tão normais e reais para nós quanto para eles assim como a paixão e o amor.
 
 Uma paixão pode destroçar o coração de um belo príncipe vampiro,uma paixão será capaz de reconstruí-lo?E mais os amantes sobreviveram para vive-lo?
 
 Venha!Descubra comigo.Mas se prepare para muitas e fascinantes descobertas desse mundo estranho e surpreendente.

Espero que gostem mas antes um pequeno lembrete:

Qualquer reprodução desse e de outros textos de minha autoria é expressamente e totalmente por´bido seja parcialmente ou totalmente. Plagio é crime e punível como tal.

 Prologo.


A noite estava cálida e outonal.Na verdade muito embora fosse outono o calor equivalia ao verão Paris estava agitada mesmo sendo fim de noite,muito vendedores ainda estavam nas ruas mostrando suas bugigangas aos turistas.
Próximos a torre Eiffel ficavam os belos carinhos de madeira com floridos buques de rosas,margaridas,tulipas e outras flores deslumbrantes,o perfume delas era enebriante e tomava conta das praças ao redor.

Os restaurantes estavam apinhados de gente alegre e descontraída que comiam e bebiam despreocupadamente mesmo com o inesperado surto de assassinatos ocorridos algumas semanas antes,porém como toda a confusão amainou o clima de medo se dissipou um pouco e as pessoas se atreviam a ficar na rua até as nove horas,porém não muito mais que isso.Era insensato como muitos pensavam.

Bom não todos os habitantes de Paris,o belo jovem de cabelos negros e olhos verdes,porte médio e forte e uma pele tão pálido que se não fosse pelo suave e belo rubor em suas bochechas passaria por uma pessoa muito fraca.Ele havia parado perto de uma barraquinha de flores e lembrancinhas para comprar algo para sua bela e amada noiva e depois iria ver as novas armas do arsenal e seus prisioneiros.

Não se espante com isso,sim havia prisioneiros nas masmorras secretas do castelo de Dacio em
Normandia contudo a pessoa a quem as flores e presentes se destinavam era na verdade tratada como uma convidada...não na verdade como uma princesa o que na verdade estava se tornando já que Dacio a escolheu como sua futura rainha para reinar com ele no mundo dos vampiros.

Dacio era um dos nobres mais respeitados do mundo vampírico e um membro jovem e temido do Conselho dos sangues protetores.Sua beleza ,astucia,inteligencia,charme e poder eram invejados por muitos e admiradas por alguns.Muitas vampiras belas fortes e de uma linhagem como a dele o cercavam porém ele quis apenas aquela jovem humana bela e forte.

Muitos eram contra isso pois iria sujar o sangue dos futuros descendentes de Dacio e eles não poderiam assumir sua posição no conselho ou como a família dominante dos vampiros por mais de três gerações isso se não se casassem com humanos novamente porém duas coisas impediam a intervenção de outras pessoas.Primeiro porque Dacio era forte,poderoso e rico para formar um exercito para protegê-lo junto com a humana e porque quando um vampiro se apaixona e essa paixão pode eventualmente se tornar em amor ela não pode ser tocada e assim nenhum do par pode ser ferido a menos que quisessem muito uma guerra.

Dacio seguiu para seu castelo em um belo e luxuoso carro ,poderia ir a pé na mesma ou em uma velocidade maior que a do seu carro porém as flores se despedaçariam.
A Noite tinha uma bela lua e um céu límpido porém algo parecia estranho a Dacio,como se algo estivesse acontecendo,um aperto em seu peito o deixava agitado o dia inteiro em que esteve a negócios nos clãs de vampiros de Paris e mesmo tentando fazer o máximo para ignorar a sensação permanecia,porém ele pensava que assim que visse sua amada e sua casa intactas estaria bem.

O carro parou e ao desembarcar o jovem vampiro viu que tudo parecia estar como deixara :o grande e circular lago estava cristalino com belas vitorias regias nele,os arbustos verdes e cheios farfalhavam ao vento como de costume e algumas folhas das suntuosas e belas arvores dançavam ao vento.Enquanto caminhava em direção ao castelo o caminho de grama e ladrilhos desenhados ficava com um forte cheiro e ao senti-lo Dacio estacou era cheiro de sangue,sangue vampírico misturado a um cheiro inebriante para ele e agonizante ...sangue humano.

Ele largou o ramalhete de flores e correu como uma bala para seu castelo escancarando as portas gigantescas de mogno negro e subindo as escadas sem parar.Ao chegar no quarto de sua noiva a viu caída e desfalecida e perto de sua cama uma linda vampira loira com curvas desenhadas e emolduradas por um vestido branco. Seus olhos estavam esbugalhados , o belo azul parecia aterrorizados ao ver a conclusão nos olhos de seu amado ao vê-la segurar um punhal cheio de sangue. Milleni ,a bela vampira,era sua antiga pretendente a qual ele desatara o relacionamento pela humana,a causando grande dor e humilhação.

Ela recuou para trás balançando a cabeça tentando dizer que não fora ela a a assassina ,porém Dacio não lhe deu tempo e lhe enfiou a mesma adaga no peito errando por centímetros o coração desta.A bela vampira caiu tossindo sangue,arfava tentando conseguir ar.Seus olhos pediam ajuda mas Dacio Travon apenas se aproximou do corpo belo e gélido de sua humana,contendo as lagrimas que insistiam em inundar seus olhos.A beijou fervorosamente.
Não sabia o que fazer ou pare onde ir a havia perdido para sempre ,mesmo o veneno de vampiro não funciona depois que a vida se extingui.
Ele se levantou devia por fim a vida de Milleny antes que ela se recuperasse,ele não deixaria barato a faria sofrer lentamente ,a exporia a toda nobreza e mostraria do ele era capaz.

Mas quando se virou para apanhá-la viu Elder seu insuportável e invejoso rival ali parado,não era rival apenas mas também futuro general.Ele correu até Milleny a socorrendo dando duma pilula de cura de vampiros.

Pare!—ordenou Dacio friamente andando em direção a ambos.—Ela me traiu e deve morrer. Você de...

Mas ele parou ao notar o cabo entalhado em ouro do punhal ensanguentado,que continha um brasão da segunda família no poder ,a família de Elder.
Uma fúria o inflamou e ele foi em direção a Elder o empurrando contra a parede que estremeceu com o impacto. Elder sacou seu punhal e Dacio o seu que estava escondido em seu sobretudo e ambos começaram a trocar golpes rápidos e perigosos se acertassem seu alvo.

Dacio era mais forte que Elder e conseguiu subjugá-lo o prendendo no chão com o punhal em seu pescoço.

Você vai pagar por tirá-la de mim.Como ousa matá-la?Ela era sua futura rainha.Independente de ser vampira ou humana você devia seu respeito e lealdade a ela e a mim.—vociferou Dacio com sua expressão transtornada e suas presas expostas.

Elder riu loucamente,com escarnio e felicidade em seu rosto.Ele mostrou suas presas para Dacio em desafio.

Acha que eu me importava se ela era humana?Não, a única coisa que me importou é que você se apaixonou por ela.Eu queria ver seu sofrimento,te torturar com a imagem dela morta em sua mente para sempre.—confessou Elder com um sorriso.

Dacio enfiou o punhal em Elder e quando estava perto de perfurar por completo seu coração ele foi empurrado pelo mesmo.

Elder não...por favor.—implorou Milleny porém já era tarde ambos já haviam golpeado um ao outro mortalmente.—Dacio,querido fique acordado. Você ouve minha voz?Dacio...

Porém ao ver Dacio se arrastar para ficar perto do corpo de sua amada Milleny se levantou e saiu daqueles aposentos se deixando cair nos degraus da escada e chorando desesperadoramente.Perderá o amor de seu príncipe e agora o via desfalecer por uma humana.

Dacio estava destruído tudo que queria era dormir e acordar com sua amada viva e radiante em seus braços,mas isso nunca mais aconteceria.Ele não sabia se hibernava até entrar em como ...não ele usaria aquela dor para se vingar,para ser temido e respeitado.Viraria um monstro mas nunca mais sentiria aquela dor.Essa foi sua decisão.

Porém nem tudo acabou,um coração ferido pode ser reconstruído pois uma paixão é incendiaria porém é menos intensa que um verdadeiro amor o qual é raro e que tem uma força descomunal e poder transformar um monstro.

Licença Creative Commons



(<a rel="license" href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/"><img alt="Licença Creative Commons" style="border-width:0" src="https://i.creativecommons.org/l/by-nc-nd/4.0/88x31.png" /></a><br />O trabalho <span xmlns:dct="http://purl.org/dc/terms/" href="http://purl.org/dc/dcmitype/Text" property="dct:title" rel="dct:type">Amor e Sangue.</span> de <a xmlns:cc="http://creativecommons.org/ns#" href="http://gotsdcristal.blogspot.com.br/" property="cc:attributionName" rel="cc:attributionURL">Sarah Ruduk de Brito Moraes</a> está licenciado com uma Licença <a rel="license" href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/">Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional</a>.<br />Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em <a xmlns:cc="http://creativecommons.org/ns#" href="http://gotsdcristal.blogspot.com.br/search/label/Regras%20para%20postagem%20e%20divulga%C3%A7%C3%A3o%20dos%20meus%20originais%21" rel="cc:morePermissions">http://gotsdcristal.blogspot.com.br/search/label/Regras%20para%20postagem%2)0e%20divulga%C3%A7%C3%A3o%20dos%20meus%20originais%21</a>.  



Nenhum comentário:

Postar um comentário